Governo define teto de pedágio para 4 lotes de rodovias

O governo fixou o teto para as tarifas de pedágio de mais quatro concessões de rodovias. Os valores vão de R$ 4,05 a R$ 8,68 por 100 km nos lotes da BR-050/153 (GO-TO), BR-050- 153-262 (DF-GO-MG), BR-163 (MS) e BR-163 (MT).

Os estudos finalizados desses lotes foram encaminhados pela ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre), responsável pelas concessões, ao TCU (Tribunal de Contas da União) no fim da semana passada.

Com esse passo, o governo tem chance de levar os lotes a licitação até o fim do ano. Em média, o prazo é de 90 dias entre a análise do estudo e o leilão, mas ele pode ser reduzido se o TCU acelerar seu trabalho.

Nos leilões de rodovias, vence quem oferece o menor valor de pedágio. Dos quatro lotes, o de valor mais alto é o da BR- 050/153 (GO-TO), com teto estimado em R$ 8,68 por 100 km. A concessão de 814 km ligará Palmas (TO) a Anápólis (GO).

Já para o trecho BR-050-153-262 (DF-GO-MG), o teto é de R$ 4,87 por 100 km, e na BR-163/MS, de R$ 7,04 por 100 km. Na parte da 163 no Mato Grosso o pedágio máximo será R$ 4,05. Os valores podem sofrer pequenas alterações até o edital.

Da Folha de S. Paulo

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta